domingo, 20 de setembro de 2009

PROGRAMAÇÃO II SEMANA DE COMUNICAÇÃO DO CEUT

Oficinas:

Dupla de Criação
Web Jornalismo
Design de Notícias
Produção de Vídeo
Fotojornalismo
Produção e Reportagem para TV
Planejamento de Mídia
Técnicas de Entrevista
Produção e Reportagem para Rádio
Ilustração e Desenho

15 comentários:

  1. Considero de fundamental importância, nas descrições das oficinas, que se colocassem os nomes dos ministrantes.

    ResponderExcluir
  2. Confira a programação completa em http://www.ceut.com.br/semanadecomunicacao.asp

    ResponderExcluir
  3. Ola,pessoal.
    to aqui em picos, mas na segunda.feira, estou chuegando com inscrições para a semana. os alunos de comunicação adorsram a programação. parabens. profa. sammara jericó

    ResponderExcluir
  4. voltei só para corrigir algumas palavras no texto anterior - 'tô' - 'chegando' - 'adoraram'. quanto as inscrições... estou levando porque a semana vai ser muito boa!

    ResponderExcluir
  5. A divulgação da Semana está trsite. Fiquei com vergonha do "panfleto" de programação.

    ResponderExcluir
  6. Comunicação é tudo na vida de um cidadão.
    Comunicação é atualização!!!

    ResponderExcluir
  7. Morphosys (estoria de um sanguinário tímido):

    Na inércia do silêncio perco-me em memórias. Do que fui. Do que sou. Nada se perspectiva para o que virei a ser. Em tempos muitos me perseguiram para me impor. Umas vezes como predador outras por ser uma personagem sombria de movimentos bruscos. Quem me condenava nesse passado ja me esqueceu neste momento e eu recuso-me a aceitar o facto. Não me considero acabado mas reconheço que estou moribundo. A réstia de vida que tinha em mim esvaiu-se em lágrimas sangrentas de estorias sem fim. Equaciono a hipótese de tentar ilibar-me de crimes que não cometi. Nas bocas do povo fui assassino sem nunca matar. Eh um peso excessivo que não quero levar comigo. Nunca encarei a minha dependência alimentar como um crime e sei que as vezes que consumi foi por pura necessidade vital. Nunca tirei prazer disso. As minhas vítimas acabaram glorificadas em sacrifícios fundamentais para a manutenção de uma espécie. Se fosse crime viver muitos antes de mim seriam condenados por actos muito mais absurdos. Recuso admitir que fui ou sou criminoso. As leis humanas não tocam na minha grandeza, quem as criou não me conheceu. Se me tivesse encontrado com essa criatura nada do que hoje eh certo continuaria a ser. Permitiram ao imortal mudar de personalidades. Por cima de mundos paralelos. O que encontro nesta realidade só me faz correr para os mais escuros espaços deste governo decadente. Na minha outra vida encontro a paz. Vultos ancestrais empurram-me para a verdade. Vozes estranhas encaminham a minha atenção para o crime de viver. Seja qual for o rumo mental que tomo volto sempre ao mesmo princípio. Tenho que me julgar inocente, não sou o que dizem por ai. Nada disto faz sentido. Ninguém tem nada a ver com aquilo em que me tornei. Desloco esta carcaça miserável pelo espaço disponível. Sem medo de falhar ignoro o que se poderá passar. Sustenho-me uns segundos e espero algo. Será talvez melhor contra a verdade. Será talvez melhor identificar quem durante tanto tempo reduziu famílias a corpos em decomposição. Confesso que talvez possa merecer castigo mas nessa caso será sempre por actos inocentes mas penosos. De volta a posição de quem espera reconheço que muito sangue correu por minha causa. Na ausência de voluntarios a um fim miserável e escabroso apresento a minha candidatura. Afirmo aqui em plena voz que desolei muitos humanos. Estas mãos que carrego atrofiaram adultos e crianças na busca incessável de rebelião. Em comparação comigo Hitler não passa de um estupor em calções. Fui e sou mau, governei um mundo paralelo de terror. Movi-me nas sombras atacando sempre que possível. Sou abjecto. Pronto, quem me capturar tem aqui o testemunho gravado de um ser repugnante que humilhou a humanidade com trajectos de violência sem qualquer condescendência para com a vida humana. Se alguém algum dia me apanhar que me degole e me sangre como a tantos eu fiz. Penduram-me em praça pública, queimem-me vivo. Façam de mim o maior dos exemplos, condenem todos em mim só. Agora eh tempo de acção, se ninguém me valoriza então trato eu do assunto. Agora vou sair, vou a caça. Vou estar exposto a tentação do sangue e ao apetite do predador. Sou volátil na arte da representação. Na esquina mais segura apareço do nada e antes da vítima sequer dar conta da minha figura repugnante já passou a um mero manjar. Deixo-me absorver pela noite, a névoa que me levou aos recantos desta cidade deserta percorre o absurdo do rio que eh a minha pessoa. Nas ruas sempre que alguém me aborda escolho um refúgio, não ataco pela frente. Sou cobarde. Isso não escondo. Mas nunca ninguem me apanhou isso eh a verdade. Dirijo-me para o vazio, ninguém me espera, mas eu vou chegar, vou-me perder nos desejos de uma vida farta onde todos sejam quem são e ao ser fraterno implique ser mortal. (de Pedro Nuno Veloso, vociferado por Luís Antero)

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. hello :)

    im here to invite you to check out my blog, 'on focus', at http://sofiacnog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá! Com licença; sou Jeferson, um homem comum que gosta de escrever. Quando tenho um tempo saio em visitas a blogs, seguindo sempre a seta que aparece no auto da pagina inicial (próximo blog>>). Posso afirmar que é uma experiência “deliciante”.
    Quando encontro um blog bem legal como o seu eu posto um comentário e deixo o convite para que conheçam o http://jefhcardoso.blogspot.com . Pela proposta de seu blog creio que poderá encontrar algo em minha sessão em preto e branco, que data de novembro ou mesmo nas mais atuais.

    Parabéns por seu blog e desculpe a intromissão.
    Abraço: Jefhcardoso>>de blog em blog.

    ResponderExcluir
  11. Teu blog eh uma merda! Bjs


    http://novaquahog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Deve ser muito interessante ! Comunicação é arte ;D
    Este ano começo a cursar comunicação! Adorei o blog ! bjos

    ResponderExcluir